Menu fechado

Bateria solar funciona? Para que serve?

Para sabermos para que serve a bateria solar e se funciona, é necessário primeiramente entender um pouco da fonte geradora de toda essa energia, ou seja, o sol.

Quando acordamos de manhã e abrimos a janela do nosso quarto, deixamos entrar os raios emitidos pelo maior astro do nosso sistema solar. Sem ele não haveria vida na Terra. Há dias em que não o vemos, mas, ainda assim ele está lá cumprindo sua missão. Em certas épocas fica mais distante, outras mais próximo, mas nunca nos abandona.

No Brasil ele está a maior parte do ano presente, e é justamente no Brasil onde caminha a passos lentos o desenvolvimento do uso da energia solar. Vamos saber a razão abaixo!

O Sol como fonte de energia

O sol é uma das principais fontes da bateria solar.
O sol é uma das principais fontes da bateria solar.

Ao redor do Sol giram oito planetas compondo o nosso sistema solar. Estudos apontam o início de sua existência há mais ou menos cinco bilhões de anos. Sua massa é 300 mil vezes maior do que a massa do nosso planeta. Seu diâmetro é de 1,4 milhões de quilômetros, e fica distante da Terra cerca de 150 milhões de quilômetros.

A temperatura média do núcleo do Sol chega a 15 milhões de graus Celsius. Nesta parte mais interior da estrela, ocorrem reações químicas como, por exemplo, a fusão entre átomos de hidrogênio. Na fotosfera, que é a superfície do Sol, originam-se a luz e o calor. Há uma terceira camada, que é onde estão os gases que envolvem a estrela. Um deles, o ozônio.

Do ponto de vista químico, o Sol é formado pelos seguintes elementos:

73,46% de hidrogênio; 24,85% de hélio; 0,77% de oxigênio; 0,29% de carbono; 0,16% de ferro; 0,12% de enxofre; 0,12% de neônio; 0,99% de nitrogênio; 0,07% de silício e 0,05% de magnésio.

E é dessa fonte que uma bateria solar capta energia.

Informações sobre o Sol: a fonte de energia da bateria solar

  • A luz solar chega à Terra em 8 minutos numa velocidade de 300.000 km/s.
  • Em um ano a Terra gasta mais energia do que recebe do Sol em uma hora.
  • O Sol é 109 vezes maior que a Terra.
  • O atrito constante de partículas de hidrogênio no núcleo do Sol é o
  • Ele é responsável pela fusão nuclear que transforma massa em energia.
  • Na parte central do Sol a temperatura é dez milhões de graus Celsius.
  • O peso do Sol é um milhão de vezes maior do que o da Terra.
  • A gravidade do Sol é 27,9 vezes maior do que a da Terra.
  • A inclinação do eixo é de 7,25.
  • A duração do dia solar é de 27 dias terrestres.

Uma verdadeira fonte inesgotável para uma bateria solar.

Energia solar e as antigas civilizações

Antigas civilizações usavam a energia do sol como bateria solar.
Antigas civilizações usavam a energia do sol como bateria solar.

Com todas essas características e com o calor que ele pode emitir, com o passar dos séculos o homem conseguiu descobrir que todo esse calor poderia ser aproveitado para gerar energia. Apesar de nesse passado distante, a bateria solar ainda não ter sido criada, a energia solar sempre esteve presente na vida do planeta.

Até que o homem começasse a prestar atenção nas possibilidades de desenvolvimento através dela.

Muitas civilizações antigas usaram o Sol como referência para suas crenças, fazendo cultos e reverências a ele. Mas, perceberam que estava ali um grande auxiliar para o desenvolvimento de sua arquitetura, e criaram templos e monumentos baseando-se na posição do sol. As pirâmides do Egito são um bom exemplo de uso na arquitetura.

Os primeiros a utilizarem a energia solar foram os gregos em 400 ac. Eles construíam suas casas de acordo com a posição do sol, para que durante o dia pudessem usufruir da luz solar.

Os romanos durante o império foram os primeiros a construir casas com janelas de vidro para aproveitar os reflexos do sol e chegaram a criar leis que penalizavam quem obstruísse a luz solar do vizinho. Construíram também estufas de vidro para que o sol pudesse penetrar e desenvolver plantas exóticas.

Outras civilizações que podemos citar que fizeram uso do Sol para grandes construções da história são: Maias, Incas, Astecas, Gregos e Mesopotâmios. As Pedras de Stonehenge também foram construídas de acordo com a posição do Sol. Como podemos concluir, a influência da maior estrela do sistema solar é amplamente utilizada em vários segmentos.

Utilizações que se tornariam base para que um dia fosse criada a bateria solar.

Os primeiros indícios da aparição da bateria solar

Uma laternativa para a bateria solar é a bateria de lítio.
Uma laternativa para a bateria solar é a bateria de lítio.

O grande gênio Leonardo Da Vinci, em 1515 inventou um mecanismo que seria para movimentar um motor através da produção de vapor, conseguida da energia solar. Mas, seu projeto não foi para frente e caiu no esquecimento. Um pequeno indício do surgimento da bateria solar.

Mas, o marco do início do uso da energia solar foi em 1767, quando o físico, geólogo e alpinista suíço Horace Benedict Saussure inventou o heliotermômetro, um instrumento que poderia medir a radiação solar. Esse invento deu origem aos instrumentos hoje usados para medir a radiação solar e aos aquecedores de água.

O primeiro coletor de energia solar térmica também foi Horace quem desenvolveu. Eram caixas de madeira e vidro para captar a energia solar e em seguida serem utilizadas para aquecer água. Uma invenção que começava a dar uma previsão do que seria uma bateria solar.

Depois, em 1865 o inventor francês Auguste Mouchout criou a primeira máquina com capacidade para transformar energia solar em energia mecânica. O que pode ser considerado um primeiro modelo primitivo da atual bateria solar.

O sistema consistia em gerar vapor através do calor do sol e mover um motor através da pressão exercida pelo vapor. Portanto, concluiu o que Leonardo da Vinci havia tentado em 1515.

Tipos de bateria solar e para quê servem

A bateria solar pode ser usada em painéis fotovoltáicos.
A bateria solar pode ser usada em painéis fotovoltáicos.

No começo o uso da energia solar era utilizado apenas para o desenvolvimento da agricultura e da vida em geral na Terra. Portanto, era usada na sua forma natural.

Posteriormente, começou a ser usada para captar energia e se tornar fonte de calor. Exemplo disso, são os painéis fotovoltáicos de energia solar colocados no telhado das casas, hotéis e indústrias para ser usado como aquecedor de água ou óleo. Uma espécie de bateria solar.

Acrescentando tecnologia, a energia solar passou a ser usada como energia solar fotovoltaica, que é o sistema capaz de gerar energia através das células fotovoltaicas. O primeiro a desenvolver essa técnica foi Alexandre Edmond Becquerel em 1838.

Alexandre estava fazendo uma experiência com eletrodos de uma bateria eletrolítica quando percebeu que a corrente aumentava quando fica exposta ao sol. Foi onde teve início a energia solar fotovoltaica. O primeiro tipo oficial de bateria solar.

Como funciona a bateria solar?

As células desse sistema são montadas em módulos ou painéis solares fotovoltaicos com a função de transformar a radiação solar em energia elétrica através do efeito fotovoltaico. Para isso, são usados alguns materiais específicos, como por exemplo, o silício e o selênio.

A descoberta de que o selênio exposto à luz solar gerava eletricidade aconteceu em Londres em 1877 quando o professor William Grylls Adams do Kings College e seu aluno Richard Day Evans estudavam o selênio.

A descoberta de que o silício também gerava eletricidade a partir do contato com a energia solar coube a três cientistas em 1953. Foram eles: Calvin Fuller, Gerald Pearson e Daryl Chapin. O acúmulo de energia nessas células era suficiente para operar pequenos dispositivos elétricos. Ou seja, movidos por uma bateria solar.

Existe ainda outro tipo de energia que é aproveitada pelo calor do sol. É a energia termo solar ou energia solar concentrada. Esse sistema tem como objetivo gerar energia elétrica, ao contrário dos demais que geram energia térmica. É uma tecnologia de alto custo.

As primeiras células solares no mercado

Quem sabe um dia as plihas serão substituídas por bateria solar.
Quem sabe um dia as plihas serão substituídas por bateria solar.

Até 1956 o uso dessas células era restrito apenas a algumas indústrias, e eram usadas nos satélites norte-americanos e soviéticos.

A partir de 1956, as primeiras placas de bateria solar começaram a surgir no mercado, mas ainda com um custo alto. Foi apenas a partir de 1970 que o preço caiu cerca de 80% e o uso começou a ser difundido para casas, hotéis e pequenos comércios.

Houve um período, após 1955, em que a energia solar foi relegada ao segundo plano, por causa do preço baixo dos combustíveis fósseis e pelo uso da energia não renovável. Ainda não havia conhecimento dos efeitos devastadores sobre o planeta e meio ambiente pelo uso da energia mais barata.

A partir dos anos 70, com o encarecimento dos combustíveis nocivos, foi que a atenção se voltou novamente para o uso da energia solar por meio de bateria solar. Os estudos sobre o meio ambiente e sobre as condições do Planeta, apontam para a necessidade cada vez maior de ser reduzido o efeito estufa e todos os danos que o Planeta sofreu ao longo dos anos de uso dos combustíveis nocivos.

Embora ainda esteja longe de ser o ideal, a busca pela energia solar vem aumentando à medida que a humanidade vai tomando consciência de que é mais do que urgente fazer algo em favor do Planeta. Portanto, mãos a obra para deixarmos um mundo melhor para as futuras gerações.