Menu fechado

Feriado de 1° de Janeiro – Ano Novo (Réveillon)

ano novo reveillon

Um dos feriados mais tradicionais do Brasil e de todo o mundo é o feriado de Ano Novo. Ele é também popularmente conhecido como Réveillon. Pode-se dizer que, de certa forma, praticamente a maioria esmagadora dos países do mundo comemoram essa data.

Dada a importância desse momento tão especial, específico e único, não é à toa que esse momento comece a contar com uma série de propagandas e divulgações diversas muito antes de realmente acontecer.

Quer entender melhor o que é o Ano Novo? Tem curiosidade em saber como o Réveillon é comemorado em outros lugares? Gostaria de saber o significado desse feriado? Então continue lendo até o final para descobrir tudo isso e muito mais!

Quando é comemorado o Ano Novo?

o Ano Novo é celebrando no primeiro dia de janeiro.
o Ano Novo é celebrando no primeiro dia de janeiro.

O Ano Novo é comemorado justamente na virada do último dia do ano que está ainda nos últimos instantes de vigência para o primeiro dia do ano seguinte. Em outras palavras, o Ano Novo é celebrado na noite do dia 31 de dezembro para o dia 01 de janeiro. Ou seja, na passagem de um ano para o outro.

O que é e qual o significado do Ano Novo?

O Ano Novo é uma comemoração sobre o ano que está sendo iniciado a partir daquele momento. É como se zerássemos o relógio e começássemos tudo novamente.

Sempre que chega o Feriado de  1º de janeiro, o mundo inteiro se une para comemorar o tão falado Dia da Confraternização Universal. A esmagadora maioria do planeta celebra a chegada do Ano Novo. É por causa disso que nesse famoso dia as pessoas desejam umas às outras muita paz, amor e prosperidade.

Bolamos planos, damos início a novos projetos, esquecemos o passado e passamos a olhar para frente. Tecemos metas a serem alcançadas ao longo do ano. Ficamos envolvidos por essa atmosfera carregada de emoções e calor humano, que está intensificada nesse momento.

Trata-se de um convite à reflexão, sobretudo a respeito daquilo que realmente temos feito para estabelecer a harmonia e construir a paz.

Esse clima de Confraternização deve ser seguido de equilíbrio, moderação, afeto, enfim, um interesse verdadeiro pelo outro e o coração carregado de amor. Nesta data tão especial, nos enchemos de esperança de uma vida melhor.

Qualquer pessoa que possua um mínimo de espiritualidade e consciência social precisa ter bem claro consigo a clareza de que um mundo melhor apenas partindo-se de atitudes individuais, depois passando para as coletivas, em esforço contínuo de reeducação.

Como surgiram as comemorações de Ano Novo?

O Ano Novo já era celebrado na Roma antiga.
O Ano Novo já era celebrado na Roma antiga.

Essa tradição do Ano Novo teve início na Roma Antiga, mais precisamente em 46 A.C., com o intuito de prestar homenagem ao deus Janus, chamado também de Senhor dos Portais. Ele era a representação dessa dualidade: o passado e o futuro.

O seu nome originou o primeiro mês do ano, o mês de janeiro. Janeiro é o mês no qual estamos iniciando um novo ano, uma nova etapa, porém ainda muito perto do ano que se passou.

Júlio César, considerado por alguns como o primeiro imperador de Roma, consagrou uma festa para Janus. Ele mandou fazer um belo banquete, efetuando diversas oferendas contendo medalhas de ouro e uma abundância de flores. O ano novo deveria ser recebido com toda a alegria e felicidade por um período de dez dias.

Depois de alguns anos, quem passa a nomear de forma oficial essa noite de Ano Novo é o trigésimo terceiro papa, chamado Silvestre I.  Entretanto, alguns historiadores dizem que simplesmente o dia 31 de dezembro nada mais é do que a data da morte do referido papa.

Outro fato crucial que ocorre nesta mesma data é a internacionalmente famosa corrida de São Silvestre. Essa competição acontece desde 1924 na cidade de São Paulo. Ela recebe esse nome justamente por causa do papa citado acima, o Silvestre I.

O primeiro povo a comemorar a festa de passagem teria sido o da Mesopotâmia, área que equivale atualmente aos territórios de Iraque, Kuwait, Síria e Turquia. Por serem dependentes da agricultura para poder conseguir sobreviver, eles comemoravam o fim do inverno e o começo da primavera. A razão disso é que essa era época em que tinha início uma nova safra de plantação.

Em razão disso, a festa de passagem dos mesopotâmicos acontecia na noite do dia 31 de dezembro para o 1º de janeiro, mas sim do dia 22 para o 23 de março, que é quando começa a primavera no Hemisfério Norte.

Como é comemorado o Ano Novo no Brasil?

No Brasil o Ano Novo é tempo de renovar os pedidos.
No Brasil o Ano Novo é tempo de renovar os pedidos.

Assim como ocorre nas comemorações de Ano Novo nos dias atuais, as celebrações de passagem também significavam esperança. Se atualmente determinados rituais têm como intuito atrair prosperidade e dinheiro, os cultos antigos pediam alimento e muita fartura.

Por outro lado, o termo Réveillon, utilizado em diversas partes do mundo para caracterizar a festa da virada do Ano Novo, é muito mais novo: apareceu no século XVII, na França. Ele simbolizava as festas da nobreza que duravam a noite inteira.

Aqui no Brasil, existem tradições católicas e oriundas de religiões de matriz africana para essa noite de celebração. para essa noite. Normalmente as pessoas se reúnem com seus familiares e amigos por todo o país, em suas casas. É muito comum as pessoas vestirem roupas com uma cor que simboliza aquilo que elas querem para o próximo ano.

Além disso, existe a famosa ceia. As pessoas fazem um verdadeiro banquete, com uma série de comidas, das mais variadas. Entre elas há algumas que possuem toda uma simbologia, como, por exemplo:

  • Frutas secas e castanhas, que representam  fartura, prosperidade e abundância;
  • Arroz, que igualmente significa prosperidade e abundância. É muito frequente que esse arroz seja acompanhado de uvas passas ou legumes, por exemplo.
  • Aves não costumam ser consumidas. Isso porque, nessa crença, pelo fato delas “ciscarem para trás” e isso representariam o retrocesso e traria má sorte. Prioriza-se o uso de carnes bovinas e suínas;
  • Lentilha também aparece muito, pelo fato de ser um símbolo de prosperidade.

Outras superstição bastante comum é o ato de comer doze uvas. Para cada uva comida, deve-se fazer um pedido. Cada uva representa um mês do ano. Além disso, estourar uma bela garrafa de espumante é uma prática assídua.

Diversas pessoas buscam passar as festas de réveillon nos litorais do Brasil. Como a natureza brasileira é muito rica e diversificada, as opções são bem vastas. A queima de fogos de artifício é outro ritual tradicional nessa época.

Aprendendo mais sobre o Feriado de 1º de Janeiro e o Ano Novo

O Brasil comemora a passagem do Ano Novo a seu modo. Contudo, como é de se imaginar, cada país existente no planeta comemora essa data tão especial de um modo diferente. O mais importante é celebrar renovar as energias para o ano que está chegando.