Menu fechado

Feriados no Paraná

Todos os estados do país têm lá suas peculiaridades, seus fatos curiosos. Alguns são dignos de literatura, outros de escultura. Porém, talvez o dia a dia dos paranaenses seja um caso especial. Parece que acontecem tantos fatos bizarros naquela região que muitos deles merecem ser feriados no Paraná.

Afinal, onde mais um monumento teria o apelido de “Cocozão”? A data da inauguração do monumento poderia ser um dos feriados no Paraná? E o dia em que um político confundiu Montesquieu com um “moscão” seria um dos bons feriados no Paraná? E Borrazópolis seria o quê? E por que há uma cidade chamada Ariranha? (Confira essas e outras curiosidades no tópico Adendo deste artigo.)

Claro, esses fatos em nada arranham a imagem do belo estado brasileiro, o primeiro da Região Sul, que faz divisa com São Paulo. Pelo contrário: demonstra a sagacidade e o humor de um povo extremamente agradável e hospitaleiro. E esses fatos, certamente, não poderiam representar qualquer dos feriados no Paraná.

Entretanto, há muitos outros – esses, sim, demonstrativos da alma daquele estado fantástico – que bendizem o verdadeiro espírito paranaense. Todos eles, possíveis de ser convertidos em feriados no Paraná.

Paraná em fatos

Ele está localizado ao norte da Região Sul. E isso já apresenta uma peculiaridade, pois é o único dos três estados da região que está ligado diretamente ao restante do país. Ou seja, os outros dois estão separados regionalmente pelo Paraná. Assim, talvez isso fosse grande ideia para um dos feriados no Paraná.

O estado tem 399 municípios. É vizinho de Mato Grosso do Sul a noroeste; de São Paulo ao norte a ao leste; de Santa Catarina ao sul; da província argentina de Misiones a sudoeste; dos departamentos paraguaios de Canindeyú e Alto Paraná a oeste, além do oceano Atlântico a leste.

Paraná e São Paulo unidos

O estado do Paraná é o território da antiga República do Guairá, região tomada e fundada pelo império espanhol. Tratou-se da província mais nova do Brasil imperial, que chegava até as terras da Argentina e abrangia parte do estado de São Paulo também.

O Paraná foi desmembrado de São Paulo em 1853. Ou seja, até então, era a chamada Província de São Paulo. Aliás, houve algumas pequenas contendas para que a emancipação se efetivasse. Em verdade, diz a história que a separação foi uma espécie de retaliação por parte do povo paranaense contra São Paulo, já que este não quis participar da Guerra dos Farrapos, duas décadas antes.

Esse fato, inclusive, gerou controvérsia atualmente em relação aos feriados no Paraná. Um intenso jogo político pela emancipação do estado da Comarca de São Paulo atrasou a oficialização. Por fatos, os estados se separaram em 29 de agosto; porém, a regularização se deu apenas em 19 de dezembro. Então, qual desses dias poderia compor o quadro de feriados no Paraná?

Ocorre que, hoje, o assunto é tema de pequena “guerrilha” de conhecimentos por parte dos historiadores da região. Boa quantidade deles defende a tradição, ou seja, o feriado no Paraná deve ser comemorado em agosto. Já outra corrente, diz que deve ser em dezembro.

Portanto, não há feriados no Paraná

Até 2014, o paranaense comemorava a emancipação do estado, conforme descrito acima, no 19 de dezembro. Porém, com os conflitos de historiadores, também mencionado acima, a Lei 18.384, de 2014 revogou esse feriado.

Feriados no Paraná nas 5 maiores cidades

1ª. Curitiba

A Capital do estado do Paraná está no alto do planalto paranaense, em pouco menos de 1km de altitude. E a pouco mais de 100km de distância do Oceano Atlântico. Isso já a torna uma região especial.

A existência e história de Curitiba são plenas de visão de futuro já a partir de sua fundação há mais de três séculos. A cidade foi alvo de diversos planos urbanísticos, apoiados por legislação pertinente. Assim, seu crescimento foi controlado e planejado.

Dessa maneira, Curitiba acabou com fama internacional por suas inovações. Além disso, a maneira como as autoridades e a população em geral cuidam do meio ambiente é extraordinária. Não à toa, seu sistema de transporte público foi base para construção do chamado Projeto TransMilênio, implantado em Bogotá, na Colômbia.

Ela nasceu em 1693 e seus olhos estão voltados para formatos futuristas. Naquela época, foi instalado um pequeno povoado de bandeirantes. Eles buscavam espaço a fim de encontrar minérios preciosos. Assim, criaram abertura de estradas tropeiras importantes.

Ao longo de 150 anos depois, a região se tornou grande polo difusor de cultura e economia. Assim, foi instalada em Curitiba o centro político-econômico da Província do Paraná, que houvera se emancipado por aqueles anos.

O espírito de evolução social foi intensificado pela chegada de imigrantes europeus que se espalharam por toda a região por todo o século XIX. Aliás, a aparência esbranquiçada dos imigrantes foi motivo da criação do apelido dos curitibanos que perdura até hoje: coxa branca.

Fundação: meados de 1661
Emancipação: 29 de março de 1693
Aniversário da cidade: 29 de março

Eventos em Curitiba

A cidade de Curitiba dispõe de 03 feriados municipais, além, claro, dos estaduais e nacionais. Dispõe também de alguns pontos facultativos.

Há cidades agitadas nos fins e inícios de ano; há cidades extremamente pacatas nesse período. Curitiba está no meio termo. Assim, se você for a Curitiba em época de Ano Novo, vai poder desfrutar de todos os ambientes possíveis.

Há locais para passeios tranquilos; há locais para aventuras; há locais para dança. Entretanto, seja para qual objetivo for, reserve antes passagens, hospedagem etc. A concorrência tem aumentado ao longo dos anos.

O Carnaval em Curitiba pode ser inesquecível. Há eventos para todos os gostos. E isso inclui festas para a criançada, para a família e para aqueles foliões mais inveterados. Alguns centros comerciais costumam oferecer bailinhos vespertinos nos quatro dias de Carnaval. Tem carnaval até mesmo para nerds e cosplays.

Religiosidade

A Sexta-feira da Paixão é considerada a principal festividade católica do ano. Nesse que é um dos mais importantes feriados no Paraná e também em Curitiba, há uma série de atividades e celebrações por toda a cidade. A procissão do Senhor Morto e de Nossa Senhora das Dores tornou-se o momento alto da data.

O roteiro religioso continua com Corpus Christi e é uma das experiências religiosas mais fascinante dos feriados no Paraná como um todo. Ele passa pela Rotas do Pinhão em você pode apreciar construções como a Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, o Memorial Polonês, o Museu de Arte Sacra, o Bosque do Papa João Paulo II, o Santuário Schoenstatt e o Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

A visão dos tradicionais tapetes é algo extraordinário. Já a missa atrai mais de 150 mil fiéis.

O dia 08 de setembro é iminentemente feriado municipal. Nesse dia, celebra-se o Dia da Padroeira da cidade, Nossa Senhora da Luz dos Pinhais. Aliás, é também o nome da principal paróquia da capital. O ponto alto das festividades é a missa principal, celebrada às 10h00.

2ª. Londrina

A segunda maior cidade do Paraná está distante a 381km da capital. A população estimada está em volta de 564 mil habitantes. O município é importante polo econômico estadual e regional, pois é eixo de ligação entre a Região Sul e a Região Sudeste.

Aniversário da cidade: 10 de dezembro
Fundação: 10 de dezembro de 1934

Eventos

O Carnaval é um dos feriados no Paraná, mais especificamente em Londrina, que explora bem o sentido de humor e descontração da cidade. A cada ano, mais londrinenses e habitantes dos municípios vizinhos procuram a cidade para se divertir.

O Dia do Trabalhador é evento especial na cidade. A Paróquia São José Operário celebra missa o dia inteiro e permanece lotada durante todo o tempo.

Já no aniversário da cidade, há exposição artística, música, teatro, atrações circenses, saraus e dança. A grade de iniciativas é intensa e vale a pena buscar o aconchego londrinense nessa época.

3ª. Maringá

O município é considerado de porte médio-grande, apesar do breve tempo passado desde sua fundação. Aliás ela foi idealizada, planejada e desenvolvida pela Cia. Melhoramentos de Papel e Celulose, o que a torna uma cidade diferente.

A população contava por volta de 420 mil habitantes em 2018. Foi planejada, mas recebeu processo de urbanização recente. Se houver algo que se pode destacar em Maringá, esse algo é a qualidade de vida oferecida a seus moradores.

Além disso, é eficiente fator rodoviário para toda a região, dispondo de vias que escoam produtos e levam pessoas a todas as direções.

Fundação: 10 de maio de 1947
Emancipação: 14 de fevereiro de 1951

Eventos

O folclore religioso é muito bem representado nas festividades de Folia de Reis de Maringá. O percurso feito por participantes lembra a caminhada dos três reis magos bíblicos Gaspar, Belchior e Baltazar. Assim, grupos religiosos com indumentária específica percorrem as ruas da cidade em lindos cânticos.

Abril e maio são meses em que acontece a Festa da Canção. O evento reúne o que há de mais tradicional na música da região e é organizado pela Secretaria de Cultura. Já o Samba na Praça leva manifestação carnavalesca ao povo da região. Trata-se de uma das manifestações mais animadas que atrai centenas e centenas de participantes.

Diversos outros eventos acontecem ao longo do ano. Atendem a todos os gostos, incluindo os mais refinados.

4ª. Ponta Grossa

Ponta Grossa fica a 103km da capital Curitiba. A população estimada em 2018 chegaria a quase 350 mil habitantes. A cidade é centro de uma das regiões mais populosas do Paraná que possui o maior parque industrial do interior do estado. Isso resulta em condição de crescimento para a cidade.

Não à toa, é também conhecida como “Princesa dos Campos” e “Capital Cívica do Paraná”.

Quanto ao nome da cidade, refere-se a uma grande colina coberta por um capão de mato. Alto e grosso, é visível à longa distância pelos viajantes. Portanto, os tropeiros descreviam o local usando esse ponto de referência.

Fundação: 15 de setembro de 1823

Feriados municipais

26 de julho – Dia de Nossa Senhora de Santana
15 de setembro – Aniversário da cidade

Eventos

As festividades em homenagem à padroeira da cidade, Nossa Senhora de Santana, representa momento especial no município. Elas oferecem dezenas de eventos para alimentar o sentido de fé da população. Assim, novenas, missas, procissão, quermesse, baile e cavalhadas etc. são alguns deles.

A Festa Nacional do Chope Escuro, conhecida como Münchenfest, é organizada nos primeiros dias de dezembro. Tem se mostrado a maior festa do chope escuro do Brasil. A cada ano, as atrações se multiplicam, de música a entretenimentos e degustação.

5ª. Cascavel

Cascavel está localizada a oeste do estado e tem mais ou menos 325 habitantes, segundo estudos do IBGE. Toda a cidade foi planejada para oferecer bom nível de conforto para a população em momentos de trânsito. Assim, os bairros são muito bem constituídos e suas ruas são largas o suficiente.

O município se mantém à base do agronegócio. Essa área econômica lhe confere o status de sexto maior PIB do estado. Porém, a metalurgia e a confecção têm ganhado espaços cada vez maiores.

Fundação: 14 de novembro de 1951

Eventos

A cidade dispõe de apenas um feriado municipal. Entretanto, há diversos eventos durante o ano inteiro para atender a população. Uma das maiores festividades é justamente em comemoração ao aniversário da cidade. A Prefeitura costuma organizar concertos musicais, shows de dança e celebração religiosa.

O Dia das Crianças também é especial para o município. Mais de 30 mil pessoas são aguardadas anualmente para a festa. Há, claro, guloseimas, além de atividades recreativas, desenhos, pinturas, brinquedos infláveis. Tradicionalmente, o 4º Grupamento de Bombeiros prepara um circuito com vários desafios para a garotada.

Também há grandes eventos no Dia do Trabalho. Normalmente, os organizadores esperam mais de 25 mil pessoas. O ponto alto é degustação do prato típico da cidade, o chamado “Costelão”, que é costela assada no chão. Por volta de 16 toneladas de carne são o atrativo especial.

Adendo

A gente mencionou acima algumas características que fazem do Paraná um estado diferenciado. Veja mais detalhes sobre elas.

O nome do município Borrazópolis é homenagem feita a um dos primeiros donos de gleba da região, dr. Francisco José Borraz. Aliás, foi grande incentivador do progresso local.

Quanto à Lidianópolis, Lídia Marques foi a mãe de um dos pioneiros da cidade. Daí ter sido homenageada, o que, aliás, é orgulho para a população do município.

Já a cidade de Ariranha do Ivaí recebeu esse nome por conta de haver grande número desse mamífero na região, mais especificamente nas águas do Ribeirão Ariranha.

Quanto ao “Cocozão”, foi o apelido, digamos, “carinhoso” dado pelos habitantes de Ponta Grossa para o “Monumento Campos Gerais”. O ex-prefeito Péricles de Holleben Mello, do PT, quis homenagear as formações rochosas da cidade. Para isso, mandou elevar uma haste de metal de oito metros para sustentar uma escultura que, em princípio, deveria ter o formato de arenitos da Vila Velha (um ponto turístico cujas pedras foram moldadas pelo vento e pela água).

Entretanto, a tentativa foi desastrosa. A ideia inicial era lembrar um pinheiro ou uma araucária. Porém, o resultado foi que a forma da escultura em nada se pareceu com isso. O monumento foi retirado pouco meses depois da inauguração.

Por outro lado, o início deste artigo também fala de Montesquieu. Trata-se do célebre pensador francês. Ele criou a ideia de regime político-administrativo baseada em Três Poderes Soberanos. No Paraná, ele foi citado por um político e outro informou que não conhecia aquele tipo de “moscão”.

Então, é isso que é Paraná. Um estado pleno de maravilhas. Se você quiser saber mais sobre feriados no Paraná, deixe sua sugestão na área de comentários abaixo.