Menu fechado

Feriados no Rio de Janeiro

feriados no rio de janeiro

É difícil elencar feriados no Rio de Janeiro. Afinal, o estado é tão rico em fatos históricos e nuances de dia a dia que a todos parece que cada um deles merece ser comemorado com um feriado.

Tanto quanto o estado de São Paulo, a capital do Rio de Janeiro é homônima ao estado. Assim, isso acaba causando confusão a muita gente em relação ao adjetivo gentílico. Entretanto, também tanto quanto São paulo, há diferenças: os nascidos no estado do Rio de Janeiro são chamados fluminenses; os os fluminenses nascidos na cidade do Rio de Janeiro são chamados cariocas. (Nascidos no estado de São Paulo são paulistas; paulistas nascidos na Capital são paulistanos.)

O estado do Rio de Janeiro faz parte da Região Sudeste, a leste desta, e é banhado pelo Oceano Atlântico.

Nascimento de um grande Rio

Pouco menos de dois anos após a chegada de Cabral ao Brasil, o navegador florentino Américo Vespúcio fez uma longa viagem. (Para muitos, esse dia deveria ser um dos feriados no Rio de Janeiro.) Seu objetivo foi identificar a cartografia da costa da Terra de Vera Cruz, como o Brasil ainda era conhecido naquelas eras (veio a se chamar “Brasil” somente em 1527).

Assim, Vespúcio e seus subordinados se depararam com o enorme corpo d’água que hoje é a Baía da Guanabara. Seus homens de barco observaram aquela enormidade de água. Analisaram. Avaliaram. Consultaram-se. Entreolharam-se.

E chegaram à conclusão que tudo aquilo fosse a foz de algum rio muito grande. Daí, nomearam o local como “Rio de Janeiro”, pois o dia foi 01 de janeiro de 1502. Historiadores dizem que, apesar de parecer que o nome do estado nasceu de um engano, em verdade, não se classificava rios, desaguadouros, baías etc. de forma distinta.

Ou seja, tudo era “rio”. Então, para a época, o nome estava corretíssimo. Muitos desses historiadores são adeptos de que essa data também seja um dos feriados no Rio de Janeiro.

Feitos que merecem ser feriados no Rio de Janeiro

feriados no rio de janeiro
Há muitas outras datas e feitos históricos que poderiam virar feriados no Rio de Janeiro

Há alguns meses, um levantamento informal perguntou a muitos fluminenses quais momentos da história do estado, recente ou não, mereciam ser feriados no Rio de Janeiro. A “pesquisa” foi feita por um desses sites de curiosidades e, claro, a coisa foi hilária.

Certamente, as respostas foram das mais inusitadas, chegando alguns a incluir os aniversários de seus cônjuges. Outros sugeriram que a data do primeiro Fla-Flu ou o dia 16/07 (do fatídico ano de 1950 quando o Brasil perdeu a copa para o Uruguai) poderiam ser feriados estaduais.

Porém, alguns outros receberam atenção especial.

  • Dia do Pão de Açúcar – deveria ser um dos feriados no Rio de Janeiro
  • Dia do Cristo Redentor (na data na inauguração) – caberia muito como um dos feriados no Rio de Janeiro
  • Dia da Garota de Ipanema – muitos pesquisados disseram que chega a ser um pecado não haver um dia para homenagear a música como um dos feriados no Rio de Janeiro
  • Dia da Praia de Copacabana
  • Dia Nacional do Samba (02/12) – esse dia foi um dos mais votados como feriados no Rio de Janeiro

Feriados no Rio de Janeiro

feriados no rio de janeiro
Em termos estaduais há poucos feriados no Rio de Janeiro

Em termos estaduais, há apenas um feriado oficial: 23 de abril – Dia de São Jorge, padroeiro do estado

Nota importante: diversas fontes mostram que o esse dia é feriado apenas na capital do estado; outras, porém, afirmam ser feriado estadual.

Feriados no Rio de Janeiro nas 10 maiores cidades

feriados no rio de janeiro
Existem muitos feriados no Rio de Janeiro celebrados em seus municípios.

1ª – Rio de Janeiro

Essa é a capital mais conhecida do Brasil e, certamente, uma das mais conhecidas do mundo inteiro. E mais visitada também tanto por brasileiros quanto por estrangeiros, apesar de todos os problemas enfrentados por todos atualmente.

Segundo dados estatísticos de órgãos responsáveis por turismo no mundo, o Rio é o destino turístico mais visitado de todo o hemisfério sul. Assim, todos os anos e em qualquer época deles, milhares de pessoas do mundo inteiro retornam do Rio para suas casas com as lembranças de uma cidade extraordinariamente interessante e bela.

Rio é a segunda maior metrópole do Brasil, a sexta maior da América e a trigésima quinta do mundo. Em 2018, contava com população de mais de 6.700 milhões de habitantes. Não à toa, é conhecida mundialmente como “Cidade Maravilhosa”. Tanto que parte da cidade foi tombada como “Paisagem Cultural” pela Unesco, denominada como “Rio de Janeiro: Paisagem Carioca entre a Montanha e o Mar”.

Bem antes de tudo isso, a cidade já se destacava havia dois séculos. Em meados de 1763, Rio de Janeiro tornou-se Capital federal, que antes era locada em Salvador. Manteve-se com esse status até 1960, quando Brasília foi inaugurada.

Enquanto capital, Rio foi residência da coroa portuguesa. Por isso, a partir de 1808, a cidade passou a receber uma série de melhorias. Dessa maneira, nesse período, foi criada a Academia Imperial de Belas Artes, a Biblioteca Nacional, o Jardim Botânico.

Detalhes da Capital

Fundação: 01 de março de 1565
Feriados municipais: 01 de março – Aniversário da cidade

Eventos

Seria real perda de tempo falar em eventos no Rio e deixar de falar em Carnaval. Trata-se de evento considerado o “maior espetáculo do mundo produzido por humanos”, segundo a esmagadora maioria das agências de turismo do planeta.

Nessa época, todos os hotéis da cidade e de municípios vizinhos batem recorde anual de ocupação. Muitos deles chegam ao nível máximo, ou seja, 100% de quartos ocupados.Réveillon do Rio de Janeiro tem se tornado evento grandioso. Pessoas do país inteiro passam o Ano Novo na cidade somente para acompanhar a queima de fogos na praia de Copacabana.

2ª. – São Gonçalo

Localizado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, se distancia em 22km da capital fluminense. Até 2018, tinha mais de 1 milhão de habitantes, ou seja, atrás apenas da capital.

Fundação: 22 de setembro de 1890

Feriados municipais

22 de setembro – Aniversário da cidade
10 de janeiro – Dia de São Gonçalo

Eventos

O município não possui grandes atrativos turísticos e as festividades têm alcance apenas local.

3ª. – Duque de Caxias

O município faz parte da região chamada Baixada Fluminense que, por sua vez, compõe a Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Até 1943, era localizada anexada ao município de Nova Iguaçu.

O nome da cidade é homenagem a Luís Alves de Lima, assim alcunhado e também como O Pacificador. Ele nasceu na região em 1803.

Fundação: 31 de dezembro de 1943

Feriados municipais

13 de junho – Dia de Santo Antônio, padroeiro do município
25 de agosto – Dia do Patrono do Município, Luís Alves de Lima e Silva

Eventos

O município não possui grandes atrativos turísticos e as festividades têm alcance apenas local.

4ª. – Nova Iguaçu

Nova Iguaçu também faz parte da Baixada Fluminense. Em 2018, tinha mais de 800 mil habitantes. Apesar de quantidade elevada de habitantes, o município detém bom Índice de Desenvolvimento Humano.

Fundação: 15 de janeiro de 1833

Feriados municipais

15 de janeiro – Aniversário da cidade
13 de junho – Dia de Santo Antônio

5ª. – Niterói

feriados no rio de janeiro
A cidade de Niterói é festiva e costuma celebrar muitos feriados no Rio de janeiro e no município.

Um detalhe a ser destacado sobre Niterói é que ela viveu um período como Capital da “Cidade” do Rio de Janeiro”. O imperador português resolveu transferir a capital do país de Salvador para Rio de Janeiro. Anos mais tarde, achou por bem transformar a Rio em município neutro para facilitar a governabilidade. E Niterói foi nominada capital da região.

Fundação: 22 de novembro de 1573

Feriados municipais

24 de junho – Dia de São João, padroeiro da cidade
22 de novembro – Aniversário da cidade

Eventos

A população de Niterói é festeira. Tem hábito de comemorar diversas datas.

Em abril, a Festa de São Jorge comemora o aniversário de falecimento do santo. Em junho e julho, as festas juninas e julinas, respectivamente, são bastante visitadas por muitos municípios vizinhos. A tradicionalidade dessas festas é extremamente respeitada em Niterói.

O município também se habitou a comemorar a Independência do Brasil em 07 de setembro com belo desfile municipal. Já em outubro, há a Festa de São Judas Tadeu.

6ª. – Belford Roxo

O município também compõe a Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Belford Roxo se emancipou apenas há poucas décadas, em 1990, desligando-se assim do município de Nova Iguaçu.

A cidade possui um epíteto popular em função de seu tamanho e da quantidade de habitantes. Muitos a chamam de “Formigueiro Humano”, apelido que também é dado a outro município, São João do Meriti.

Apesar disso, é um dos maiores PIBs do estado e, estranhamente, é também o município com a renda per capita mais baixa. Esse fenômeno se dá por conta da alta densidade demográfica.

Fundação: 03 de abril de 1990

Feriados municipais

03 de abril – Aniversário da cidade
08 de dezembro – Dia da Nossa Senhora da Conceição

Eventos

A cidade costuma promover diversos eventos em comemoração a muitas situações. A “Festa da Emancipação”, por exemplo, acontece em abril no centro da cidade com dezenas de shows, gastronomia e outras ações.

Em janeiro, há a “Procissão de São Sebastião”. Os fiéis saem da Igreja de São Sebastião, onde barracas de comida e brincadeiras são armadas. Em junho, é a vez das festividades de São João Batista, com danças tradicionais e comidas típicas.

7ª. – Campos dos Goytacazes

Com pouco mais de 500 mil habitantes, Campos dos Goytacazes é a cidade mais populosa do interior do estado. Em relação à extensão territorial, é a maior.

Emancipação: 28 de março de 1835
Fundação: 29 de maio de 1677

Feriados municipais

15 de janeiro – Dia de Santo Amaro
29 de maio – Aniversário da cidade
08 de agosto – Dia do Santíssima Salvador, padroeiro da cidade

8ª. – São João do Meriti

O município foi emancipado de Duque de Caxias em 1947. O último censo do IBGE (2010) indicou que São João do Meriti possuía pouco mais de 450 mil habitantes.

Fundação: 21 de agosto de 1947

Feriados municipais

24 de junho – Dia do padroeiro da cidade, São João Batista
21 de agosto – Emancipação da cidade

9ª. – Petrópolis

Petrópolis foi fundada sob empenho pessoal do imperador Pedro II, resultando desse fato seu nome, que é junção de “Petro” e “pólis” (“cidade”, em grego). Também por isso, foi declarada capital temporária do estado a partir de 1894, o que perdurou por apenas 6 anos.

A cidade é conhecida nos arredores e por muitas agências de turismo como “Cidade Imperial”. É a maior cidade em território e a maior em população da região serrana do Rio de Janeiro. Detém também o maior PIB e o maior Índice de Desenvolvimento Humano do estado.

O turismo de Petrópolis é uma das atividades mais responsáveis pelo crescimento do município. Turistas de todos os tipos são atraídos pelas construções em estilo imperial que ainda se mantêm na cidade. Além disso, a vegetação abundante é paraíso para amantes da natureza.

Fundação: 16 de março de 1843

Feriados municipais

16 de março – Aniversário da cidade

Eventos

Petrópolis é turística, como a gente mencionou. A alta temporada tem início com o Bauernfest, com turistas que apreciam um friozinho aconchegante. em junho. Trata-se de festival voltado à cultura alemã que perde apenas para o Oktuberfest, um dos povos que constituem a tradicionalidade do município, juntos com portugueses, sírios, italianos e libaneses.

Sendo cidade construída pelo e para o império, mantém a arquitetura da época. Também dispõe de teatros, museus e outros atrativos nascidos da cultura do imperador português.

10ª. – Volta Redonda

A “Companhia Siderúrgica Nacional” deu à Volta Redonda o apelido de “Cidade o Aço”. A empresa, claro, tem importância crucial no crescimento e manutenção da qualidade de vida do município. A cidade é ainda alimentada pelo rio Paraíba do Sul, que a corta inteiramente.

Aliás, esse rio forneceu também o nome para o município. Em certo trecho de seu curso, bem no meio da cidade, este faz uma curva enorme. Daí, é uma volta redonda.

Fundação: 17 de julho de 1954

Feriados municipais

17 de julho – Aniversário da cidade

Eventos

O município organiza eventos importantes que fazem o lazer de seus habitantes, bem como de muitos turistas regionais. A “Expo-VR” é exposição agropecuária e acontece em maio. A “Feira da Primavera” é concorrida festa popular que ocorre na Ilha São João.

No aniversário da cidade, as festividades transcorrem por todo o mês de julho. E a queima de fogos no “Reveillon” também é espetáculo à parte com apresentações de música exatamente na curva do rio que dá nome à cidade.

Então, é isso. Como vimos, Rio de Janeiro, o estado, é rico em história e, portanto, de importância crucial para o país. Se você tiver alguma sugestão ou dúvida sobre datas comemoráveis no estado do Rio de Janeiro, deixe na área de comentários.